March 22, 2017

Ayumi Hamasaki encerra "DejiDeji Nikki" após 17 anos

[Ayumi Hamasaki / ModelPress = 22 de março]
O diário da cantora Ayumi Hamasaki, publicado mensalmente na revista ViVi, chega ao fim na edição de maio, disponível amanhã.


A série, que já dura 17 anos, atinge sua 200ª e última edição de luxo, trazendo fotos de roupas da cantora e uma mensagem pessoal.
O diário começou em 2000 com o título "Ayu no PoraPora Nikki" (algo como "Diário de Ayu em Polaroid"), e as 4 páginas mensais com fotos do dia a dia e do guarda-roupa de Ayumi caíram no gosto dos fãs, tornando-se um fenômeno durante 17 anos.

Mensagem de gratidão
Nesta última edição, além de mostrar suas roupas, Ayumi aparece sorridente nas fotos como sempre fez até hoje. A cantora agradeceu, escrevendo: "a todo o pessoal da ViVi que esteve comigo, a toda minha equipe pelo apoio e a todos os amigos que apareceram ao meu lado nas fotos durante esse longo período de 17 anos. E a todos os leitores que curtiram o DejiDeji Nikki... Muito obrigada!!".


E na próxima ViVi haverá um conteúdo especial em comemoração às 200 edições do DejiDeji: a revista, que será histórica, trará uma sessão de fotos espetacular e uma longa entrevista com a cantora.

Capa da edição de maio, à venda a partir de amanhã

(Adaptação: JP Hamasaki)

March 15, 2017

,

Ayumi Hamasaki já esteve em Seul! [parte 2]

No artigo anterior, vimos a primeira visita de Ayumi à Coreia e o quanto foi bem recebida. Depois daquele Asia Song Festival, os fãs certamente sonharam com sua presença em outras edições do evento, o que até hoje, infelizmente, não aconteceu.
Entretanto, nove anos mais tarde, ela voltaria àquele país para participar de outro festival. E dessa vez, não seria para cantar...
Antes, um pouquinho de História: em 1999, dois empresários norte-americanos ligados a eventos musicais criaram em Miami, na Flórida, o "Ultra Music Festival". Nada mais era que um festival de música eletrônica ao ar livre, onde vários DJs famosos se apresentavam para uma grande plateia. O evento agradou a ponto de render outras edições nos anos seguintes, até se tornar religiosamente anual e um dos maiores festivais do gênero nos EUA.
A coisa deu tão certo que, desde 2008, o UMF vem ganhando versões internacionais, que hoje já ocorrem em quase 20 países. Em 2012, foi a vez da Coreia do Sul entrar na onda e realizar sua primeira edição (chamada "Ultra Korea") no Estádio Olímpico de Seul, reunindo quase 60 mil pessoas. Como era de se esperar, foi um grande sucesso e também se tornou anual.

2013 – Seul quer Ayumi!
O 2º Ultra Korea aconteceu em Seul nos dias 14 e 15 de junho, e na programação estavam DJs de vários países, inclusive do Japão (como DJ KOO, do grupo TRF). E falando em japoneses, a grande sensação da noite foi a aparição de Ayumi Hamasaki!
Aí vocês me perguntam "tá, mas... O que ela foi fazer num festival de DJs?!".
No ano anterior, o UMF de Miami reservou uma bela surpresinha para o público: ninguém menos que a poderosa Madonna surgiu no palco para anunciar a entrada do DJ sueco Avicii! A cantora tinha acabado de lançar o álbum MDNA, e Avicii apresentou em primeira mão o remix que tinha feito para a música "Girl Gone Wild".

   
Madonna apareceu no UMF de Miami, em 2012.

É bem verdade que a Rainha do Pop causou polêmica (Madonna fez uma piada alusiva ao ecstasy que deixou Avicii contrariado, pois não achava conveniente fazer piadinhas com drogas em um evento para jovens), mas ainda assim, a apresentação repercutiu muito bem e certamente serviu de inspiração para os coreanos, que no ano seguinte decidiram ter uma apresentadora, também. Ou, como foi chamada, uma "Special VVIP Host" ("Special Very Very Important Person Host", ou "Apresentadora Especial Muito Muito Importante").

Propaganda do evento, com a lista dos participantes. E ali embaixo, bem pequenininho, indicam a presença de um(a) "Special VVIP Host".

O comitê queria uma celebridade que representasse a Ásia, e no dia 10 foi anunciado que Ayumi tinha sido a escolhida. Entretanto, a cantora aceitou participar apenas no dia 14 – e segundo fofocas, apenas se fosse para apresentar o holandês Armin van Buuren, que seria o destaque naquele dia...
Pra quem não sabe, Armin é um DJ e produtor musical hiperfamoso na cena eletrônica. Até aquele ano, segundo a revista musical inglesa DJ Magazine, já tinha conquistado cinco vezes a primeira colocação no ranking dos 100 melhores DJs do mundo. Seu primeiro trabalho com Ayumi foi um remix de "appears" para o álbum Cyber Trance, em 2001 (que reapareceu no ano seguinte, no Cyber Trance 2), e em 2014 compôs e produziu "Terminal".
Finalmente chegou o dia do evento! Às 22:15 horas, um MC apresentou Ayumi dizendo "senhoras e senhores! Coreia do Sul! Com vocês, a popstar Ayumi Hamasaki~!" e foi quando a cantora apareceu diante dos quase 30 mil presentes. Ela cumprimentou o público dizendo "olá" em coreano e depois alternou frases em inglês e coreano durante quase um minuto. Enquanto animava a multidão, a primeira música do DJ começou e canhões posicionados ao redor do palco explodiram, iluminando a cabine. Armin estava pronto para o show, que seguiu até a meia-noite.

   
   
   
A performance foi um estouro!

   
Fotos do Nikkan Sports.

No dia seguinte, o jornal japonês Nikkan Sports postou uma foto da cantora com a manchete "Ayu anima 30 mil pessoas em Seul" e a legenda "Ayumi Hamasaki no camarote VIP. À esquerda, posa sorridente com o DJ número 1 do mundo, Armin van Buuren".
A matéria dizia:

"A cantora Ayumi Hamasaki participou ontem do Ultra Korea, maior evento de música eletrônica em Seul, como celebridade VVIP e representante da Ásia. Na condição de apresentadora, anunciou a performance de Armin van Buuren, considerado o 'DJ número 1 do mundo'.
Após o anúncio em inglês fluente por cerca de um minuto, Armin surgiu no palco. Os dois se abraçaram e o estádio tomado pelas quase 30 mil pessoas tremeu. Assim como Madonna representou os EUA no UMF de Miami no ano passado, Ayumi anunciou o DJ principal em nome da Ásia. Prova de que, para os organizadores, Ayumi é tão 'VVIP' quanto Madonna.
Em comentário depois da performance, a cantora disse "foi um trabalho bem diferente do habitual, mas foi uma experiência bem divertida. Finalmente pude me encontrar com Armin, e disse a ele que seria interessante fazermos algum trabalho juntos futuramente, por isso fiquem atentos"."

A cantora não participou do segundo e último dia do evento, e assim que o DJ Avicii (o mesmo da Madonna) encerrou aquela noite, houve uma grandiosa queima de fogos. Nem de longe teve o mesmo brilho de Ayumi, mas serviu para coroar o fim de mais um Ultra Korea, considerado um dos maiores festivais da Ásia.

   
   

March 14, 2017

,

Ayumi Hamasaki já esteve em Seul! [parte 1]

No começo deste mês, Ayumi surpreendeu fãs de todo o mundo ao se apresentar naquele dinner show em Seul, realizado em comemoração aos 49 anos do Paradise Casino Walkerhill. E a surpresa não veio apenas pela natureza inusitada do evento, mas também por ter sido na Coreia do Sul, de onde normalmente não se têm notícias da presença da cantora.
Mas... Você sabia que ela já esteve duas vezes em Seul, participando de festivais de música? E em um deles como apresentadora?!
É o que você confere a partir de agora, em dois artigos imperdíveis!

2004 – A primeira visita de Ayumi ao território coreano
O Asia Song Festival é um evento de música pop que acontece anualmente na Coreia, realizado pela fundação KOFICE (ou Fundação Coreana de Intercâmbio Cultural Internacional). A ideia do festival é reunir cantores asiáticos de destaque buscando reduzir a barreira cultural existente entre seus países. A primeira edição ocorreu em 26 de novembro de 2004 e contou com oito artistas, sendo que Ayumi foi a única representante do Japão.

Propaganda do evento.

Na ocasião, uma equipe da revista Popteen viajou até Seul e acompanhou todos os passos da cantora, o que rendeu matéria publicada na edição de fevereiro de 2005 (que foi às bancas em dezembro de 2004. Vai entender o mercado editorial japonês...).
Prepare-se para um relatório completo mostrando tudinho que nossa diva aprontou por lá. Seul nunca mais foi a mesma...


A manchete na capa diz "Sonata de AYU – Ayumi Hamasaki na Coreia!! Cobertura das 72 horas; do desembarque à hora do show!".
Aqui temos um trocadilho: este "Sonata de AYU" ("AYU no Sonata", em japonês) é referência a uma novela coreana exibida aquele ano no Japão, onde recebeu o título adaptado "Fuyu no Sonata" (ou "Sonata de Inverno").
Destaque para o coraçãozinho logo abaixo do logotipo da revista, onde se lê "bem-vinda, AYU!" em coreano.

Ayumi desembarca em Seul e leva os fãs à loucura!

A matéria começa com a foto de Ayumi e seu amigo Stan desembarcando no aeroporto internacional Gimpo, no dia 24. A dupla foi recebida pelo alvoroço causado por quase 250 fãs, que exibiam pôsteres e cartazes onde se liam mensagens como "Ayumi Hamasaki, eu te amo!" e "Ayu, te adoro!" em japonês. Aliás, a cantora se surpreendeu com o nível do conhecimento de língua japonesa daqueles fãs, que falavam muito bem e tinham escrito cartazes "com caracteres tão perfeitos".
A revista destacou que alguns fãs passaram a estudar o idioma por causa dela, e que outros gostavam demais da letra das músicas por serem repletas de sentimento. Ayumi desembarcou quase à uma da tarde, mas os fãs estavam lá desde as 6 da manhã. "(...)A paixão parece tão intensa quanto a dos fãs japoneses", diz a legenda em uma das fotos.

Ayumi deixa o hotel e se dirige ao ensaio de dança.

Durante os três dias que passou em Seul, Ayumi ficou hospedada no luxuoso hotel da rede Walkerhill (ah, a mesma do cassino...). Minutos depois de chegar, fez uma rápida troca de roupas e saiu acompanhada de sua numerosa equipe rumo ao Rui Entertainment & Recording Studio, onde faria os ensaios de dança para o show. Logicamente que muitos fãs estavam de prontidão na porta do hotel, e ela lhes acenou toda sorridente.


Um sorvetinho (servido por engano) encerrou o primeiro dia. No dia seguinte, houve coletiva de imprensa e ensaio no local da apresentação.

Terminado o ensaio, foi hora do jantar. O local escolhido foi um restaurante da rede Walkerhill (guardem esse nome!) próximo ao hotel, onde todos se deliciaram com carne grelhada e muito vinho. "Fomos a um restaurante de grelhados perto do hotel, e foi ótimo. Queria provar a culinária picante daqui", disse. De sobremesa, a cantora pediu um parfait(*) de chocolate, mas entenderam errado e lhe trouxeram um sorvete do mesmo sabor... "Não era um parfait, mas estava gostoso, então tudo bem", comentou.
(*) Parfait é uma sobremesa gelada de origem francesa (o nome significa "perfeito"), com textura semelhante ao do sorvete de massa convencional.
No tarde do dia seguinte, 25, houve uma coletiva de imprensa no hotel Sheraton Grande Walkerhill e ela cumprimentou os repórteres dizendo "olá a todos, sou Ayumi Hamasaki (em coreano). É a primeira vez que venho à Coreia, e espero voltar mais vezes."
Algumas perguntas feitas à cantora:

- Quais suas impressões sobre o país?
Ayumi: Hoje a Coreia está com tudo lá no Japão. Está na TV, nas revistas... A Coreia tem muita coisa interessante. Engraçado que é a primeira vez que venho aqui, mas reconheço muitos lugares por já ter visto antes e fico dizendo "ei, eu conheço esse lugar!".
- Se pudesse sair às escondidas, onde gostaria de ir?
Ayumi: Queria fazer compras no Namdaemun(*)! Ouvi dizer que aqui tudo fica aberto 24 horas, e queria ir até lá. No Japão, as lojas fecham à noite, e depois do trabalho não posso ir a lugar nenhum.
(*) O Namdaemun ("grande portão sul", em coreano) é um portal construído no fim do século 14 e localizado no centro de Seul, sendo um dos oito portões da muralha de pedra que circundou a cidade no passado (hoje existem apenas seis). Já o Mercado de Namdaemun, ao qual Ayumi se referiu, fica próximo a este portal e é um centro comercial bem tradicional. Em atividade desde 1414 e aberto 24 horas por dia, ocupa diversos quarteirões e é o maior e mais antigo da Coreia. Turistas brasileiros costumam compará-lo à Rua 25 de Março, em São Paulo, e pode-se encontrar praticamente de tudo: roupas, culinária local, artigos de decoração, eletrônicos, etc.
- O que acha da cantora BoA?
Ayumi: Eu a conheci no meu programa(*), e ela é uma pessoa legal.
(*) BoA esteve entre as convidadas do Ayuready? #44, em 2003, juntamente com Yuki (do TRF), Kaori Mochida (Every Little Thing) e Tomiko Van (Do As Infinity).
- O que acha da popularidade de Bae Yong-joon?(*)
(*) Ator que estrelou a novela coreana "Fuyu no Sonata" em 2002 (exibida no Japão dois anos mais tarde). Inesperadamente, a obra se tornou um tremendo sucesso em toda a Ásia e em mais de 20 países. No Japão, Bae ficou extremamente popular entre mulheres na faixa dos 30 anos, que o apelidaram carinhosamente de "Yon-sama" e "príncipe sorridente".
Ayumi: Ele tem um sorriso lindo, e fica muito bem com óculos.
- No show de amanhã, pretende cantar alguma música do novo álbum?(*)
(*) O MY STORY seria lançado no mês seguinte.
Ayumi: Como é a primeira vez que visito a Coreia, acho que seria melhor cantar músicas que sejam mais conhecidas entre os fãs.
- Como escolheu as músicas de amanhã?
Ayumi: Fizemos uma pesquisa entre os coreanos pra saber que músicas eles mais queriam ouvir, e as mais votadas foram 'M' e 'Boys & Girls'. O público japonês também ama essas duas, e acho que uma balada junto a uma 'uptempo' deixa a apresentação bem balanceada. E pretendo cantar um trechinho em coreano...
- Seus álbuns são sempre um sucesso. A que você atribui todo esse êxito?
Ayumi: Não sei... Mas como eu mesma escrevo e componho, acho que as pessoas da mesma idade se identificam comigo.
Há planos de incluir a Coreia em sua agenda de trabalho, daqui pra frente?
Ayumi: A gente anda discutindo sobre fazer uma turnê pela Ásia. Ainda não há nada concreto, mas seria ótimo se na turnê de 2005 pudéssemos incluir outros países, como a Coreia. Fiquei muito emocionada, de verdade, com o entusiasmo do público e quero voltar aqui um dia, com toda certeza!!
- Uma mensagem aos fãs coreanos de J-pop:
Ayumi: Me parece que eles se esforçam bastante no aprendizado do japonês, e fico muito feliz por ouvirem minha música na língua original e, mesmo sem traduzir, conseguirem senti-las.

Tudo estava indo bem, até a editora-chefe da Popteen pagar um micão: pensando na mídia ali presente, o gênio decidiu fazer a pergunta em coreano (e segundo ela, tinha praticado várias vezes), mas se embananou e acabou travando por alguns segundos, sem saber como continuar. Diante daquele silêncio, a intérprete lhe disse em japonês "olha, pode perguntar em japonês, mesmo...". Todo mundo caiu na risada, inclusive Ayumi, que mais tarde comentou "mas o que foi aquilo?! (risos)".
Após a coletiva e algumas fotos com fãs, a cantora se dirigiu a outro compromisso: o ensaio geral no Estádio Olímpico de Seul, onde se apresentaria no dia seguinte. Chegando ao local, chamou a atenção de todos por estar de cabelo comprido, diferente do cabelo curto de meia-hora atrás.

Checando os detalhes para o show.

Sozinhos no estádio, Ayumi e sua equipe checaram os figurinos, som, iluminação, etc. A cantora não escondia a ansiedade e comentou "cada país tem sua forma própria de se expressar. Fico imaginando como será a reação do público durante o show..."

26 de novembro! A primeira edição do Asia Song Festival vai começar!!

O festival começou às 19 horas e reuniu uma plateia de 15 mil pessoas, muitas delas segurando cartazes com o 'A' ou com mensagens de carinho. No telão, quando apresentaram os cantores daquela noite, o público foi à loucura ao ver a imagem de Ayumi.
Representando o Japão, ela surgiu no palco usando um vestido branco semelhante ao de uma noiva. 'M' tinha começado, e enquanto os fãs a recebiam com lágrimas e gritos, as meninas da Popteen, nos bastidores, comentavam entre si "é a Ayumi! É a Ayumi!!". Quando a música terminou, houve uma rápida troca de figurino: os dançarinos puxaram seu vestido e ela agora exibia um visual mais sexy com estampa de chamas (o chapéu na foto acima foi usado apenas no ensaio). Foi a vez de 'Boys & Girls', e conforme dito na coletiva de imprensa, o último refrão foi cantado em coreano. A performance acabou e Ayumi já nem estava mais no palco, mas os fãs continuaram gritando seu nome por um bom tempo.
Os artistas que participam do Asia Song Festival recebem um troféu diretamente das mãos do presidente da KOFICE, além de uma placa de agradecimento oferecida pelo Ministério da Cultura, Esporte e Turismo da Coreia. No fim do evento, Ayumi voltou ao palco – em trajes comuns e novamente de cabelo curto – com os demais participantes para receber seu troféu, e ao meio-dia do dia seguinte, retornou ao Japão.

E assim terminou a matéria da Popteen, mostrando o apreço que a Coreia tem por Ayumi. Anos mais tarde, a cantora daria novamente o ar de sua graça por lá...
Não percam o próximo artigo, onde ela aparece como convidada especial em um festival de música eletrônica!
Por ora, fiquem com a performance de 'M' e 'Boys & Girls' neste 1º Asia Song Festival:

Galeria:

   

   

   

   

   

   
      

Agradecimentos ao site Innolife pelas perguntas e fotos da coletiva de imprensa: http://travel.innolife.net/innoreport/list.php?ac_id=1&ai_id=95

February 14, 2017

,

Ayumi Hamasaki anuncia turnê de 60 performances e surpreende fãs


A cantora Ayumi Hamasaki anunciou a realização de sua nova turnê, intitulada "Ayumi Hamasaki 'Just the beginning -20- TOUR 2017'" e que promete ser a mais longa de todas. A reação dos fãs foi rápida e variada, indo de "Ayu-chan, estava à sua espera" a "levei um susto quando falaram em 60 shows!!".
Em sua conta no Twitter, Ayumi postou um aviso direcionado aos fãs dizendo "Daqui a pouco, haverá um anúncio 'especial'... Aguardem!" para logo em seguida anunciar sua mais longa turnê. Este ano, a cantora completa os 19 anos de debut, e como o "Apenas o começo -20-" no título já indica, trata-se de uma estratégia visando o 20º aniversário de carreira e são esperadas 60 apresentações por Arenas e Halls de todo o país.
No final do ano passado, foi realizado o tradicional Countdown Live no estádio Yoyogi, em Tóquio, também chamado de "santuário" por Ayu. Na ocasião, quase toda a setlist foi composta pelos maiores sucessos de Ayumi e houve permissão para que o público usasse os celulares para tirar fotos durante o show, o que gerou grande repercussão. Foi a 17ª edição consecutiva do evento e um marco na carreira, já que a partir de agora, o estádio ficará fechado para reformas. Assim sendo, não é de se estranhar que o anúncio seja uma ótima notícia para os fãs.
Tão logo Ayumi disse via Twitter "Just the beginning -20- TOUR 2017. O site especial já está no ar. Aguardem atualizações", inúmeros fãs demonstraram sua alegria nos comentários. "Ayu-chan, estava à sua espera", "vou lá te ver, com toda certeza" e "estou muito feliz", diziam alguns. E enquanto outros se surpreendiam com o número de shows dizendo "levei um susto quando falaram em 60 shows!!", "mas 60 apresentações é uma baita agenda, hein?" e "60?!", houve quem se preocupasse com a condição física de Ayumi, dizendo "estou feliz, mas me preocupo com a sua voz", "só fico pensando na sua condição física" e "espero que você chegue ao fim da turnê sem se esforçar além do limite".
A previsão é que atualizações com maiores informações, como datas e locais dos shows, sejam feitas em breve no site especial da turnê (em http://www.ayu2017tour.com).
(Rian Sekihara, da redação da Techinsight Japan)


(Adaptação: JP Hamasaki)