July 09, 2017

,

Terceiro Relatório da Turnê: Nagoya!!

Trazemos hoje o relatório referente ao shows em Nagoya, ocorridos em 28 e 29 de junho.


TOUR REPORT No.3
A todos que estiveram nos shows, muito obrigada~! Foram dois dias incríveis, onde mais uma vez pudemos sentir todo o poder de Nagoya!
Eu estava de pé na plateia e não conseguia parar de suar. Principalmente no primeiro dia, quando mal dava para respirar de tanto calor. A sensação de cansaço após o show parecia maior que a normal.
E é claro que ao voltar para o camarim, Ayu também estava pingando de suor, como se tivesse entrado em uma piscina no palco. Eu disse "fez um ótimo trabalho!", e ela não conseguiu me dizer uma só palavra, dando apenas um sorriso tímido.
Não vi aquela reação apenas como cansaço. Como Ayu fez um comunicado no site do TA anteriormente, acho que vocês vão entender.

Quando estávamos a bordo do trem-bala em direção a Nagoya fiquei sabendo que teríamos um membro da equipe a menos a partir daqueles dois dias. Seria um dançarino, ou um dos acrobatas? Não sabia de quem Ayumi estava falando, mas pude imaginar a seriedade daquilo.
Anos atrás, quando o acrobata RIKI-kun se machucou, os outros ficaram ensaiando e remarcando suas posições desde o final do show até de madrugada. E da manhã do dia seguinte até momentos antes do show, criaram novos movimentos e se apresentaram como se a equipe estivesse completa.
Os shows de Ayumi Hamasaki aconteceriam mesmo que ela se apresentasse sozinha, mas é claro que todos que a acompanham são importantes. E a equipe deve ser realista e encarar a necessidade de revisar o show caso haja a falta de um integrante.

Desta vez, mais que em Yokohama e no Yoyogi, todos estavam no auge da animação. Com previsão de chegar em Nagoya às 8 ou 9 horas, tínhamos 7 horas de uso do palco para os ensaios. Entramos no estádio pouco depois das 11, e o primeiro a entrar nos bastidores foi o dançarino e coreógrafo KO, que se movia apressado pelos corredores estreitos com o script do show em uma das mãos. A verdade é que ele mal tinha dormido, pois ainda de madrugada recebeu a função de revisar o show.
As horas se passavam e o ensaio da abertura e da primeira música foi realizado. Um script estava nas mãos dos dançarinos e acrobatas. Vê-los no palco com os scripts é algo que só acontece antes do show, e aquela visão era um tanto esquisita.
O palco estava tomado pela ansiedade e o avanço das músicas estava lento. Percebi que as partes faltantes eram as dos acrobatas, que dão suporte ao show em diversos momentos.
A mensagem postada no TA aos fãs em nome de Ayumi Hamasaki também foi dirigida ao staff. Nela, estavam a descrição dos fatos e pedidos de desculpa enquanto "chefe". Vocês podem imaginar que não deve ter sido uma decisão simples de se fazer, principalmente ao ver aqueles olhos repletos de lágrimas entrando no camarim.
"Quero criar o melhor espetáculo possível para todos os fãs. Dêem prioridade não a mim, mas a si próprios; para que possam subir ao palco tranquilos".
Foi uma declaração determinada, digna de uma artista com 18 anos de palco.

Me desculpem pelo spoiler da setlist, mas não sei se quem estava chorando naquele dia em NEVER EVER era a "Ayumi Hamasaki" ou Ayumi.
"Se você sorrisse um pouquinho para mim
Eu teria uma razão para continuar aqui
Se você precisasse um pouquinho de mim
Me pergunto se minha existência seria permitida"
Naquele momento (e desde que a turnê começou), sempre que a vejo cantar este trecho me vem à cabeça a pergunta "ela convive diariamente com este tipo de pensamento?".
Mas deve ser por isso que tivemos este resultado. Às vezes, quando se é muito rigoroso, pode ser difícil fazer decisões na condição de chefe. E mesmo que se acabe em lágrimas ou passe noites em claro, ela não demonstra isso a ninguém.
A verdade é que em Nagoya, a equipe trabalhou duro como se os 2 dias tivessem sido 3. E o entusiasmo dos fãs mostrou que o desempenho da equipe naquele curto período foi fascinante.

Muito bem, agora só faltam os 3 shows em Osaka, os últimos em uma arena!!!!! E acredito que quem estiver lá, vai perceber uma coisa...
Sim: haverá câmeras para a realização de filmagens~~! Faremos a primeira transmissão ao vivo no WOWOW!!!! Por isso dêem o melhor de si para encerrarmos o primeiro ato da turnê com o máximo de animação e o deixarmos marcado para sempre na história de Ayumi Hamasaki!
E no relatório de Osaka a setlist será revelada, por isso nos aprofundaremos ainda mais!

O texto original está no site oficial da turnê (ayu2017tour.com), na aba "Tour Report".


July 03, 2017

,

Segundo Relatório da Turnê: Yoyogi!!

Trazemos hoje o segundo relatório da turnê 'Just the beginning 20', relativo aos shows no estádio Yoyogi em 17 e 18 de junho.


TOUR REPORT No.2
Acho que vou voltar aqui sem que baixem as cortinas, porque com certeza ainda vou realizar um novo show neste lugar...
Trata-se do Santuário Yoyogi, com quem temos 18 anos de História e onde, todos os anos, passamos grandes momentos na companhia dos fãs a cada novo show.
O trabalho realizado até a hora de subir ao palco nas finais de turnê e countdowns envolve ensaios diários sem sono ou descanso. E se pararmos para pensar, o Yoyogi é o lugar onde Ayumi Hamasaki mais marcou presença em toda sua vida artística.
Por que todos se referem a ele como "Santuário"? Mesmo eu, que só posso responder por cerca de metade desses 18 anos, consegui compreender perfeitamente ao ver com meus próprios olhos os espetáculos arrebatadores, apaixonantes e de tirar o fôlego.

Era o primeiro dia no Yoyogi. Como de costume, ouvíamos o riso surpreendentemente tranquilo de Ayu vindo do camarim, onde o nervosismo certamente já pairava no ar. Pensando agora, pode ser que estivesse apenas disfarçando suas reais emoções.
Além disso, de repente, ela mudou o visual e adotou cabelos curtos e loiros na véspera do show, o que parece ter sido algo premeditado. Nas anotações da pré-produção estava escrito "Ayu loira combina com o Yoyogi", e Ayu disse "este visual tem relação com o Yoyogi!".
Só fiquei sabendo disso um dia depois do segundo show, já que a confirmação de cada um dos detalhes da produção aconteceu de forma bem corrida no estúdio. Assim, não pude ter mais informações sobre isso.
Quando Ayumi cantou [o trecho de "Who..."] "Eu me lembro/ De quem nunca desistiu de mim e esteve sempre ao meu lado", senti que ela se via protegida pelo 'Santuário'. É provável que a mudança nos cabelos tenha sido uma forma de reverenciar suas raízes no Yoyogi.

Na mensagem de abertura do show, há uma frase que diz "o objetivo dela é oferecer momentos inesquecíveis aos visitantes". É esta sua real intenção, são estas as palavras que sempre a têm inspirado. E com certeza, cada vez que retorna ao Yoyogi sente-se confortada por elas.
O sonho ainda está em curso, e vai continuar...
E com esta determinação, Ayu concluiu os dois shows no Yoyogi substituindo as palavras da abertura.
Pensei "então este foi o show de despedida do Yoyogi? Foi um breve adeus?", e ao mesmo tempo só consigo imaginar que foi um show impecável, que nem mesmo ela faria melhor.
Às vezes me pergunto o que é um artista, o que é perfeição, o que é preciso para isso? Mas tenho a impressão de que encontrei uma resposta simples no Yoyogi: a magnitude de Ayumi Hamasaki. Basta assistir a um de seus shows para entender. Isso responde tudo! Se analisarmos as notas de entrevistas, o que torna a setlist compreensível pode ser resumido nestas únicas palavras.
Ao fim dos 2 dias no Yoyogi, mesmo assistindo a tudo objetivamente, houve diversos momentos em que fiquei emocionada. E como seria uma boa oportunidade, tirei alguns dias para rever vários shows desde o ano 2000. Eles evoluem cada vez mais, e mesmo que tenham as mesmas músicas e performances, você não fica entediado diante da construção de trabalhos visuais diferentes e de novas visões de mundo.
E acima de tudo, apesar de no ano que vem celebrarmos seu 20º aniversário de carreira, a essência da "pessoa" Ayumi Hamasaki não mudou em nada. O modo peculiar como cantava antigamente pode ser nostálgico, mas tínhamos a impressão de que ela era a pessoa mais jovem sobre o palco; e o tempo passou e ela entrou para o grupo de artistas mais experientes, mas a expressão e as lágrimas em "Who..." continuam as mesmas dos velhos tempos.
Isso realmente nos deixa felizes. A própria cantora já disse que, se pudesse tornar algo realidade, sem dúvidas seria ver com seus próprios olhos o melhor show possível da "Ayumi Hamasaki". Mas, mais do que isso, ela escolheu estar sobre o palco diante dos fãs, compartilhando momentos inesquecíveis e insubstituíveis com cada um deles.

E esta mesma "Ayumi Hamasaki" deu tudo de si e cantou "Who..." no final daquele dia.
Não era a "Ayumi Hamasaki" de antigamente. Cada um dos fãs abriu a porta dos sonhos, viu Ayumi e decidiu caminhar junto a ela; e assim, Ayu pôde cantar "Who..." mais uma vez. Fez isso no lugar de um sincero "obrigada".
Cantando essa que já foi música de encerramento por inúmeras vezes, Ayumi caminhou pelo palco tão familiar do Yoyogi e parecia brilhar, enquanto toda a plateia era banhada por uma luz de cor pink.
E assim que sorriu e cantou "MY ALL" no encore duplo, a última imagem que guardei na mente foi a de um Yoyogi rapidamente unificado num sentimento de carinho e calor humano.
No ensaio antes do show, enquanto cantava [o trecho de "Fly high"] "com certeza tudo está em nossas mãos", Ayu olhava para aqueles assentos vazios exibindo um sorriso gentil.
A dançarina LICO-chan apareceu depois de muito tempo, e ficou emocionada ainda nos ensaios, tendo lágrimas nos olhos ao se reencontrar com a equipe.
No último grito de guerra, Yoshio-san (que está ao lado de Ayumi desde o primeiro show no Yoyogi) fez uma paródia musical que levou toda a equipe ao riso.
E ao voltar para o camarim, o rosto de Ayu estava radiante, como se não houvesse qualquer arrependimento.

Seguindo as perfomances de Yokohama, os dois dias no Yoyogi foram repletos do sentimento de "encerramento"; mas as energias de Ayumi, exauridas após o show, já parecem estar novamente carregadas.
Todo sucesso ou falha só tende a melhorar, sem restrições. Se o Yoyogi foi o máximo, nos próximos shows haverá ainda mais vigor! Porque essa é a equipe de Ayu, e a expectativa nos dois dias em Nagoya esta semana também será apresentar um show poderoso que ultrapasse o grau de animação.

Mas vale lembrar que quem leva Ayu e sua equipe cada vez mais alto são os fãs.
A todos vocês que estarão nos shows em Nagoya!
Procurem estar em ótima forma quando passarmos por aí celebrando o 20º aniversário~~~!!!!


O texto original está no site oficial da turnê (ayu2017tour.com), na aba "Tour Report".


June 22, 2017

,

Ayumi Hamasaki no programa "Shabekuri007"


No último dia 19, a cantora Ayumi Hamasaki esteve no programa de variedades "Shabekuri007" (apresentado pelos grupos humorísticos Cream Stew, Neptune e Tutorial) e revelou detalhes da vida particular.
Sua última aparição em um programa do gênero foi há quatro anos, e por isso a expectativa dos fãs era grande.
Confiram a seguir os detalhes desta participação.

"Ayumi Hamasaki conta tudo"

Introdução
O programa começou com um resumo anunciando os destaques da entrevista: disse que já fazia 4 anos desde a última aparição de Ayumi em um programa de variedades e que "ela pode ser uma 'diva', mas não será poupada pelos apresentadores". Além disso, adiantou que haveria a presença de uma pessoa misteriosa e importante... "Afinal, para quem Ayumi se ajoelhou e fez uma reverência??!!"


Anunciada como "uma diva que não aparecia na TV Nippon há 7 anos", Ayumi causou espanto geral quando surgiu no palco (a identidade do convidado é mantida em segredo absoluto e revelada somente na hora da gravação do programa. Tanto que Teppei Arita, do Cream Stew, disse que ainda não acreditava que ela estivesse ali e ficou até arrepiado).
Antes da entrevista, um detalhe: lembram-se do "ela pode ser uma 'diva', mas não será poupada pelos apresentadores" dito na introdução? Pois é, apesar de serem comediantes e o programa claramente seguir a linha da tiração de sarro, os apresentadores disseram logo de cara que se Ayumi não gostasse de alguma coisa, bastava dizer e eles parariam. A cantora disse que estava tudo OK, e foi quando pediram para que fizesse o "Jun-Juwaa~" (bordão de Ken Horiuchi, do grupo Neptune). Ela concordou de imediato, surpreendendo a todos.

"Jun-Juwaa~"

Com vocês, Ayumi Hamasaki!
Começa a entrevista, e lhe perguntam se atualmente estava morando no Japão (já que esteve morando em Los Angeles há até pouco tempo). Ela responde que sim, e que aliás, tinha vindo direto de casa.

"Vim de casa."

Perguntada sobre o que faz ao acordar, Ayumi diz que faz yoga, e que assim como outras pessoas da equipe, a instrutora de yoga mora em um andar diferente da casa (deve ser um prédio, né? Hahaha!). Depois, prepara o café da manhã com arroz integral e missoshiru, mais o suco verde preparado pelas "cerca de 5" empregadas.

   

A cantora não gosta de tomate, mas usa assim mesmo afim de eliminá-los da geladeira. A questão é que as empregadas vêem que os tomates estão sendo consumidos e compram mais, por acharem que ela gosta! Como Ayumi não se encontra com elas e não tem como avisá-las para pararem de comprar, disse que seguiria a sugestão do apresentador Shin'ya Ueda e deixaria um aviso colado na geladeira assim que voltasse para casa...

"Quando chegar em casa, vou colar~"

O assunto muda para "habilidade com aparelhos eletrônicos", o que ela diz que não tem. Não entende muito bem o funcionamento de smartphones e aplicativos, e não costuma atender ao telefone – mesmo que seja algum recado importante do staff – por ter receio (maus pressentimentos? Hahaha!). Ainda sobre celulares, quando comentam sobre os aparelhos extremamente decorados que logo nos vêm à mente quando se trata dela, Ayumi disse que usa um "lisinho", sem nada.

   

Então lembram que a 'Just the beginning -20- Tour' está em andamento, e ao perguntarem se gosta de sair e passear pelas cidades que visita durante as turnês, ela disse que não, por evitar ao máximo o contato com as pessoas. Ao invés disso, prefere ficar no hotel na companhia de seus cachorros. Aliás, disse que seu hobby é conversar com eles, e é nessa hora que Ayumi faz uma demonstração com a ajuda de Taizou Harada, do grupo Neptune, que imita um cachorro.

   

Para terminar, são trazidas ao palco porções de salada do restaurante Crisp Salad Works, na qual Ayumi é viciada.


Admiradores famosos
Chegamos ao quadro "Pessoa que quer se encontrar com Ayumi Hamasaki", onde celebridades podem se encontrar com o convidado da noite.

   

A primeira delas foi Akira100%, comediante com grande destaque na mídia japonesa este ano e que se apresenta completamente nu, acompanhado apenas de uma bandeja. Antes da performance, Ayumi perguntou "é sério que ele não está usando nada?!", e após a apresentação comentou "acabei fechando os olhos, mas foi divertido".

"Ele não está vestindo nada!!"

   

   

A seguir, tivemos a presença do veterano cantor de enka Takashi Hosokawa, e Ayumi se ajoelhou lhe fazendo uma reverência. O cantor esteve no programa por ter um hobby em comum com ela: a paixão de longa data pela personagem Hello Kitty! Ao som de seu grande hit "Kita Sakaba", Takashi revelou possuir vários itens colecionáveis da gatinha em seu estúdio de gravação e até um lenço feito sob encomenda há 12 anos, que inclusive foi dado de presente a Ayumi.

   

   

E por fim, um trio de imitadoras famosas, cuja semelhança Ayumi ficou de analisar. Mikan, Karismaa~zu Ayu-san e Kimuko já são bem conhecidas pelo público, mas foi a primeira vez que puderam se apresentar diante da cantora. Apesar da zoação do apresentador Shin'ya Ueda (fazendo comentários como "posso matar ela?" e "já chega, né? Vamos encerrar por aqui?"), foram muito elogiadas por Ayumi.

   

   

Repercussão
Como a cantora já estava há muito tempo longe dos programas de variedades, os fãs adoraram tê-la novamente em um talk show e comentaram (fosse nas redes sociais ou em sites onde o programa foi notícia) estar muito felizes por sua aparição na TV. Além disso, elogiaram bastante sua aparência e pele, assim como o figurino.

   

Por outro lado, também houve críticas: alguns disseram que os apresentadores tentavam a todo custo fazer com que Ayumi entrasse na brincadeira e deixasse o programa divertido como deve ser, mas que ela pareceu se levar muito a sério e deixou a atração sem-graça. Também a chamaram de "mentirosa" por afirmar ter dificuldade em usar celulares e aplicativos, e destacaram sua insistência em "agir de modo 'kawaii' feito menininha" apesar da idade. Além, é claro, da já esperada opinião de que estava gorda e fora de forma...

   

Sobre a forma física, só para constar, o T-SITE revelou o resultado de uma pesquisa realizada esta semana com quase 700 homens japoneses entre 20 e 60 anos, onde quase metade deles diz preferir mulheres mais "encorpadas" como Ayumi. Muitos, inclusive, deixaram claro que não entendem a razão de tantas críticas e a preferem como está agora, por estar mais sexy que antes.

A próxima aparição de Ayumi na TV já está marcada para o dia 5 de julho, no programa "Konya Kurabete Mimashita", e foi anunciado que também contará detalhes de sua vida particular.


Vamos aguardar para saber que novos segredos serão revelados desta vez...

May 20, 2017

,

Mensagem de Ayumi no site TeamAyu

Ontem, Ayumi fez uma postagem bombástica no site exclusivo do TeamAyu, dando detalhes sobre o problema no joelho e, para o espanto de muitos, no ouvido direito.
Pedimos ajuda a alguns dos nossos amigos internacionais, que nos enviaram prints da postagem e possibilitaram esta tradução.


A todos vocês (^_) -
19 de maio de 2017

Como o assunto já foi mencionado pela Tsuriko naquele relatório sobre o Yokohama Arena no site da turnê (por ser um lugar onde uma quantidade enorme de pessoas pode visualizar, ela naturalmente o fez com muita delicadeza, o que eu agradeço), achei que devia falar sobre isso, também.

No final do ano passado, um problema na rótula que já me acompanha há 6 anos apresentou piora. Nunca gostei de pedir a opinião dos outros pra nada, independente de quem seja a pessoa; seja alguém da família ou um amigo mais próximo. Sempre decido minhas coisas por conta própria, é um traço da minha personalidade que eu ainda não consegui corrigir. Então, eu pensei "depois do Countdown, sem que ninguém precise saber, faço a cirurgia e me restabeleço, e aí então preparo a nova turnê". Pensando assim, marquei a cirurgia. Naquele clima de festa, todo mundo celebrou o fim do ano e a chegada de 2017, e a cirurgia foi um sucesso. Só que fui uma bela tonta em achar que estava tudo resolvido.
Não vou entrar em detalhes porque não convém falar sobre os dias ruins que se seguiram, mas a questão é que mesmo depois de alguns meses, ainda busco todos os dias uma forma de conviver bem com meu joelho. Tenho certeza que, quanto a isso, não há muito a ser feito. Até porque se houver, seria abandonar os palcos.

E como se não bastasse, com a turnê prestes a começar, meu problema na audição também piorou. Por causa do malfuncionamento nos canais semicirculares, me vi de repente sem saber o que era em cima, embaixo, direita ou esquerda. Nem andar em linha reta. Quando tentava andar, acabava caindo; e mesmo nos dias em que consegui me mexer bem e cantar, tudo ao meu redor começava a girar, sentia tontura e vomitava no banheiro do estúdio, várias e várias vezes. Apesar disso, pensava comigo mesma "não vou me entregar, de jeito nenhum!". Mas o que me deixou assustada de verdade foi quando saiu o resultado dos exames e me disseram "o ouvido direito esteve até hoje trabalhando também pelo lado esquerdo, mas a sobrecarga é tanta que a audição dele está caindo vertiginosamente". Acho que, como de costume, estavam sorrindo pra mim, mas não me lembro de nada até chegar em casa. Só o que tinha em mente era "meu deus! Os dois ouvidos? Uma cantora com um problema desses?".

...Esse relato se prolongou demais, até mesmo pra mim, por isso vou encerrar com algo que considero mais importante.

Teve uma noite em que eu estava insegura quanto ao Yokohama Arena e recebi uma mensagem no LINE, dizendo o seguinte: "eu gosto demais de você, mas ultimamente parece outra pessoa e estou perdendo a paciência. Você é muito autêntica, então enfrente a situação!! Todos nós, mais do que ninguém, queremos estar no palco que você construiu!!!". Foi o tapa na cara que me fez acordar para a realidade. Foi a noite em que a "Ayumi Hamasaki" foi recuperada; não do senso de responsabilidade ou dever, mas em seu real significado.

O palco é tudo o que tenho. É nele que eu vivo. Não sei viver de outra forma. Não faço ideia do que o futuro reserva. Vou ouvir mesmo que não consiga escutar. Vou me mover mesmo que não possa me mexer. Pena ou misericórdia? Não, obrigada! O negócio é erguer a cabeça e olhar sempre para a frente, até o último instante!

Próxima parada, Yoyogi~ ^ ^ Estou ansiosa para ver os sorrisos em série~♡


ayu

- - - - - - - 
Agradecimentos especiais ao nosso amigo Naoki Wakabayashi (que nos mandou prints da postagem) e à nossa querida Sero-chan (que enviou uma pré-tradução em inglês, ajudando demais)!