November 12, 2017

, ,

Relatório dos Shows: Fukui e Ishikawa

Trazemos hoje o relatório referente aos shows em Fukui e Ishikawa (nos dias 11 e 12 de outubro).


Em épocas de arena tour, os shows acontecem no 'Fukui Sun Dome', certo? Mas nesses dois dias, percebi uma atmosfera muito semelhante à dele no 'Phoenix Plaza' e no 'Honda no Mori Hall'. A paixão de vocês era tanta que senti um clima bem familiar, como se voltasse ao lar...
A diversidade na faixa etária do público era grande: havia senhoras, senhores, jovens que tinham voltado da escola, crianças pequenas usando a blusa do moleton da turnê, etc, etc.
E talvez por se tratar de uma região com o maior número de membros do fã-clube, o grau de animação foi enorme no Phoenix Plaza!

Ok, hora de irmos direto ao assunto. Antes dos shows em Fukui e Ishikawa, Ayu postou um recado nas redes sociais; então vieram os dois shows e mais uma mensagem foi postada(*). Para mim, estes três pontos estavam interligados, mas curiosamente, no show em Ishikawa eu olhava muito mais para a plateia que para o palco. Por que será? Pensando agora, acho que entendi o motivo.
(*) No dia 10, véspera do show em Fukui, Ayumi postou o refrão de "SAKURA" supostamente pelos 9 anos da morte de um grande amigo. Já no dia 12, após o show em Ishikawa, a cantora postou agradecimentos pela energia recebida do público e completou: "Vivi momentos especiais junto a vocês, e graças a esta experiência vou seguir em frente com toda determinação!!!". Detalhe que em Fukui, após a última música "TODAY", Ayumi cantou um trecho de "SAKURA".

Por acaso, ou não, algo transformou Ayu em 'Ayumi Hamasaki'. Há uma razão justa para isso, e a resposta se reflete no olhar dela quando está sobre o palco. Ayu é uma pessoa abençoada como artista, e naquele momento, mais uma vez, toda sua felicidade e razão de viver foram compartilhadas com os fãs. Podia parecer uma visão comum e corriqueira, mas algo esteve diferente naqueles dois dias. Claro que não me refiro a algo concreto, palpável, mas a uma coisa que conectava o palco à plateia.
Existem coisas que fazem as pessoas sorrirem. Existem coisas que entretêm as pessoas. E existem coisas que fazem as pessoas chorarem.
Há algum tempo, já me peguei pensando "afinal, quem é essa pessoa chamada Ayumi Hamasaki?". Às vezes, ela carrega um fardo maior que o de uma pessoa comum e que pode parecer doloroso e sofrido aos olhos dos outros. Como por exemplo, no show em Nagoya ocorrido há exatamente um ano(*). E não importa a distância de onde você a veja, há coisas sobre ela que você acha que entende e coisas que jamais vai poder compreender.
(*) Tsuriko se refere aos três shows da TA Tour naquela cidade, entre 24 e 26 de outubro de 2016. Na ocasião, ela escreveu no relatório que Ayumi se esforçou no segundo show para que ninguem percebesse o esgotamento físico e vocal (a cantora estava tão debilitada e longe da "perfeição" que o show do dia 26 seria impossível). Logo após aquela apresentação, o site oficial anunciou de última hora o cancelamento do show seguinte alegando o diagnóstico de laringite e bronquite aguda, e Ayumi só retornou aos palcos no dia 31, em Ehime.
Vale lembrar que no dia deste segundo show em Nagoya, antes do ensaio, Tsuriko foi ao hotel e encontrou um médico no quarto da cantora, além de vários remédios espalhados. Mesmo em tais condições, Ayumi teria pensado em todos os fãs do TA e dito "eu preciso fazer este show, porque é obrigação da 'Ayumi Hamasaki'".

Tenho a impressão de que nesses dois dias, houve algo parecido. E mesmo assim, pode ter sido apenas UMA coisa dentre tantas outras... E embora Ayu e cada pessoa da plateia possam ter mudado nesses 19 anos, ela deu a entender que nada mudou. Foram dois dias nos quais a preciosa relação estabelecida entre Ayu e os fãs ficou comprovada mais uma vez.
E, falando de forma simples, foi excepcional ver o momento em que Ayumi Hamasaki unificou música e alma. Mesmo com um grau de perfeição diferente do que ela busca em uma Arena Tour e focando apenas nos sentimentos das canções, no momento em que suas emoções afloraram, cada uma daquelas palavras penetrou fundo em nossos corações. Foi como o sorriso dela e da plateia ao cantarem juntas "how beautiful you are", ou a profundidade dada ao Segundo Ato com a inclusão da nova música – que já ganhou uma importância muito maior do que quando foi ouvida pela primeira vez. Nada é planejado, e sempre fico surpresa com as coisas que ela traz à tona.
Quem esteve na TA Tour deve ter visto isso, e esta é a verdadeira Ayu. De música em música, ela se entrega de corpo e alma, e várias vezes cheguei no camarim para vê-la tão esgotada que mal conseguia falar. Mesmo longe da perfeição, há coisas que só ela é capaz de mostrar e sentimentos que só ela é capaz de despertar. E a magnificência de Ayumi Hamasaki pode ser vista sempre que os fãs deixam o local com um grande sorriso no rosto e dizem "adorei ter me encontrado com ela".
Sei que é impossível colocar isto 100% em palavras, por isso, como sei que não vou compreendê-la quando está sobre o palco, não terei a pretensão de fazê-lo.

Muitos com certeza captaram a mensagem ao final do show, de que aquela Ayu sobre o palco era a "Ayumi Hamasaki" com dores que não podem ser aliviadas; mas ainda assim, o sorriso que ela mostrou também indicava que independente disso, o fato de ter recebido uma tremenda energia positiva de cada um de vocês fez com que se sentisse feliz por ser esta "Ayumi Hamasaki", e plenamente realizada. Quem me fez perceber isso não foi ela ou o show, mas vocês da plateia.
Com certeza, todos assistiram aos shows com orgulho de Ayu e por isso a aplaudiram de forma tão calorosa.
Vocês sabem: quem sempre dá coragem e força a ela são os fãs.


O texto original está no site oficial da turnê (ayu2017tour.com).
  

0 comentários:

Post a Comment

Olá pessoal. Deixem seus comentários que eles serão divulgados no Blog após verificados! Consciência ao postar é uma educação que todos devemos ter.
Infelizmente a moderação teve que ser ativada por mal uso deste canal.
Aguardamos seu comentário.

Grato. Adm.