May 12, 2013

,

Análise geral de Free & Easy!

O material a seguir é uma análise longa e feita por uma fã da cantora.

Neste ano, Free & Easy completou 11 anos de existência! E para comemorar o aniversário atrasado, decidimos fazer uma análise geral do single considerado polêmico.



“Free & Easy” foi lançado como single no dia 24 de Abril de 2002 junto com seu PV e um photobook que são interligados. Estreou em 1º lugar na Oricon e vendeu mais de 1 milhão de cópias.

O single havia sido lançado depois de uma polêmica que envolveu tanto a cantora quanto a gravadora Avex Trax.

A polêmica está relacionada a uma calunia sobre a cantora 3 meses antes do lançamento do single, no show de virada do anos 2001-2002. Durante o show, Ayu, ao perceber que seu publico da primeira fila estava sentado, tentou animá-lo, e então pediu que se levantasse para acompanhar a musica dançante.

Dias depois em programas de TV e sites, dois anônimos espalharam rumor sobre ter cadeirantes na primeira fila do show e que se sentiram humilhados pela atitude de Hamasaki.

Em 04 de fevereiro, cerca de duas semanas após o acontecimento, a gravadora Avex vendo que a poeira não abaixava, publicou um nota do presidente daquela época, Yoda, comprovando o contrário, não havia deficientes físicos entre o publico.

Antes do esclarecimento dos fatos, a gravadora havia recomendado que a Ayu ficasse em silencio, o que gerou dúvidas e confusão entres os fãs. No entanto, durante seu silêncio e motivada pelo acontecimento, Ayu não parou de trabalhar, estava preparando um conjunto de três peças poderosas que consiste em um single, um PV e um livro especial de fotos.

Analisando bem a musica, Free & Easy é o fruto da polêmica que tanto abalou a cantora. Em uma entrevista, Ayumi disse tais palavras que só concretiza ainda mais o significado da canção, “Em Free & Easy, escrevi o que estou sentindo no momento. Em outras palavras, eu quero ser uma pessoa que vive tomando a responsabilidade pela minha própria liberdade, e quero ser uma pessoa para quem estas palavras são perfeitamente aplicáveis”.

De fato, desde que ganhou o titulo de influencia social, tudo que Ayu fazia ou dizia, acabava ditando a sociedade japonesa.

A cantora sentia que a tal calunia fez com que a sua própria nação a julgassem mal, ou melhor, a sociedade japonesa a condenava pelo seu ato ao ponto de acharem-na “digna de morte”. Isso está bem claro no clip, na letra e no photobook “Hamasaki Republic”, em que a mesma incorporou a figura de Joana D’arc do século 21. 

"Joana foi uma importante personagem da história francesa, durante a Guerra dos Cem Anos (1337-1453), quando seu país enfrentou a rival Inglaterra. A história da vida desta heroína francesa é marcada por fatos trágicos. Motivadas pelas mensagens, que ela dizia ser dos santos Miguel, Catarina e Margarida, entrou para o exército francês e ajudou seu reino na guerra contra a Inglaterra. 
Suas vitórias importantes e o reconhecimento que ganhou do rei Carlos VII despertaram a inveja em outros líderes militares da França. Estes começaram a conspirar e diminuíram o apoio de Joana D’arc.
Em 1430, durante uma batalha em Paris, foi ferida e capturada pelos borgonheses que a venderam para os ingleses. Foi acusada de praticar feitiçaria, em função de suas visões, e condenada a morte na fogueira. Foi queimada viva na cidade de Rouen, no ano de 1431."

Análise da Letra:

Continuando com a análise, a letra assim como “End of the World”, parece ser uma conversa entre a “Ayu” um ser pessoal que está fora de alcance do publico e a "Ayumi Hamasaki" que conhecemos como cantora. A segunda desabafa, mostrando como se sentia diante da situação em que se encontrava enquanto a primeira escuta e a entende, tentando animá-la. Além disso, a letra fala sobre liberdade e a consequência que vem acompanhada, podendo ser boa ou ruim e o incentivo para enfrentar as dificuldades. 


Ayumi Hamasaki:
Às vezes eu me pergunto, "o quão longe eu tenho que ir?"
Eu ouço sua voz, ouço uma voz dizendo, "não desista". Lembro-me das palavras, "sua felicidade é minha felicidade."

(Aqui vemos o quanto à cantora estava triste com a situação presente, ao ponto de querer desistir de sua carreira.)

Ayu:
Se você está cansado de negar as coisas, e parece que perdeu de vista a si mesmo... Acredite em mim, sempre estarei aqui. A prova de que você está viva existe dentro de mim.

(Estava cansada de negar as acusações contra ela, mas de alguma forma, ela mesma tentava se animar e seguir em frente.)

Ayumi Hamasaki:
Nesta cidade suja, você é a pessoa que reúne e mostra algo bonito para mim. Eu ouço sua voz, ouço uma voz dizendo, "não desista". Acredite em mim, sempre vou estar aqui.
Nesta cidade suja, você é a pessoa que reúne e mostra algo bonito para mim.

(Ela enxergava naquele momento sua nação de forma negativa, “suja”, e a única que poderia ajudá-la a encontrar as cores seria ela mesmo.)

Ayu
Eu sempre vou te proteger, assim nunca perderá o que você conquistou com seu coração.

Ayumi Hamasaki
Às vezes eu me pergunto,
"o quão longe eu tenho que ir?"

Análise do título:
Free & Easy, traduzindo Livre e Tranquila, seria a frase final que fecha a letra. Por ser livre, agia e fazia certas coisas que poderiam ser mal interpretadas, mas estava calma para seguir em frente, não importando a situação. Vemos aqui o nível de maturidade da cantora, não encontrada dois anos atrás, época do álbum Duty.

Análise do PV:
Assim como o photobook “Hamasaki Republic”, o vídeo clip apresenta Hamasaki interpretando Joana Darc do século 21 e encenando sua condenação pela a sociedade. O cenário se passa ao que parece ser um presídio ou até mesmo um hospício.

F&E (0).jpg

Tudo começa com o tempo se fechando, anunciando que algo de ruim está para acontecer, e então vemos que alguém percebera e outros não.

F&E (5).jpg F&E (10).jpgF&E (30).jpg

Por causa de seus “atos pecaminosos”, Ayu Darc foi presa. Na sua prisão, estava triste e conformada com a sentença de morte.

 F&E (48).jpgF&E (76).jpg

Logo é oferecido um cacho de uvas como alimento. Ayu o come de forma agressiva, e, enquanto degusta, aparece neste instante cena de uma família feliz e livre no jardim como se demonstrasse sua indignação para com a sociedade.

F&E (102).jpgF&E (99).jpg
F&E (105).jpgF&E (95).jpg

Em seguida, uma senhora chega a seu quarto para buscá-la, seu fim estava próximo.

F&E (115).jpgF&E (124).jpg

Enquanto Ayu era levada para a morte, os que julgaram mal a observavam lamentando pela tragédia.

 F&E (156).jpgF&E (142).jpgF&E (148).jpgF&E (185).jpgF&E (222).jpgF&E (221).jpgF&E (213).jpgF&E (258).jpgF&E (257).jpg

O mal tempo desaparece, a hora tinha chegado para a Darc.
A interpretação aqui é: o rumor foi derrubado pelas evidencias concretas dadas pela sua gravadora, o mal tempo passou, no entanto, Ayu foi condenada pois não teve o direito de se defender na época do tempo fechado enquanto a sociedade a julgava de forma errada.

 F&E (297).jpgF&E (293).jpg

E no final, levam o corpo de Ayu no caixão.  Agora estava "livre" para seguir em frente.

F&E (327).jpg


No decorrer do drama, vemos a preparação de seu caixão e o pessoal responsável pelo seu enterro.
Como o caixão representa a morte, e como Ayu estava sendo condenada, a decoração com as pedras poderia está indicando que alguém de grande importância era dona do caixão.

F&E (6).jpgF&E (16).jpgF&E (84).jpgF&E (205).jpgF&E (198).jpgF&E (196).jpg



Vemos também, Hamasaki amarrada enquanto é queimada (Ápice da representação de Joana Darc), o fogo é representado por panos vermelhos. 

F&E (171).jpgF&E (192).jpg


Análise da melodia:


A melodia é mais uma obra composta por ela em parceria com DAI e arranjos de HAL trazendo um toque melancólico e dramático.
A canção abre com uma flauta oriental e Hamasaki canta os versos com um vocal leve e arejado, mas enquanto a música progride, ela começa a cantar com um tom agressivo, despertando sua raiva e transformando-a em voz da coragem para enfrentar o problema.
--------------------------

Live:




---------------------------------
A equipe agradece por lê até o final!


(Análise por Rajma Tenchi
agradecimento especial: Masa-chan@AHS 
créditos extras: wikipedia, suapesquisa.com)
  

7 comments:

  1. como sempre, maravilhoso, adorei essa explicação. Rajma agora que notei mas, porque que não tem o calendario 2013 da ayumi? bjos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ayu não se prontificou a fazer, infelizmente!

      Delete
  2. Nossa!! Gostei bastante da análise, não conhecia esse rumor... E também percebi que não havia entendido o PV de Free & easy hehehe.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Kibon que tenha gostado! Depois disso, você conseguiu entender o PV?

      Delete
  3. Amei a analise, com ela com certeza agente consegue entender o verdadeiro significado da musica e o que a Ayu quis dizer com ela. Muitoo obrigada :D

    ReplyDelete
  4. Muito Bom mesmo *---*
    Um sugestão, faz a próxima analise de Marionette *o*

    ReplyDelete
  5. Que análise maravilhosa!! Eu nunca havia entendido o que Ayu queria dizer com este PV e achava que ele e a música não tinham nada a ver, mas agora tudo se encaixou... amei!

    ReplyDelete

Olá pessoal. Deixem seus comentários que eles serão divulgados no Blog após verificados! Consciência ao postar é uma educação que todos devemos ter.
Infelizmente a moderação teve que ser ativada por mal uso deste canal.
Aguardamos seu comentário.

Grato. Adm.