November 26, 2017

, ,

Relatório dos Shows: Kobe e Hiroshima

Trazemos hoje o relatório referente aos shows em Kobe e Hiroshima (ocorridos em 22 e 23 de outubro).


Depois de Tokushima, foi a vez de Kobe ter a performance adiada por conta do tufão...
Só soubemos da decisão no começo daquela tarde, ao chegarmos no aeroporto Itami. Os ingressos já estavam esgotados, e a animação do público era tão grande que eu gostaria muito que o show tivesse acontecido. Como o cancelamento em Tokushima foi divulgado com um pouco mais de antecedência, o resultado não foi tão ruim... Já em Kobe, parece que a decisão foi tomada no último instante.
Torcíamos para que o tufão não viesse na direção da cidade, mas infelizmente o cancelamento foi inevitável e Ayu, que chegou em Kobe no dia anterior, teve que anunciar sua decisão poucas horas antes do show. Àquela altura, já sabíamos que a fila no ponto de venda dos goods tinha se formado e era imensa.

Na condição de alguém que esteve presente no local, posso afirmar que assim que Ayumi e sua equipe surgiram diante daquelas pessoas, houve grande comoção que, creio eu, nunca tinha visto igual. O show estava cancelado, mas todos pareciam felizes demais apenas em poder vê-la, mesmo que de relance. Muitos choravam. E mesmo quando Ayu tentou – por duas vezes – sair e acenar para os que estavam na fila do lado de fora, foi impossível porque o caminho estava bloqueado com tanta gente.
O sentimento deles era compreensível, mas não havia outra saída senão o cancelamento.
Tínhamos pouquíssimo tempo para aquele contato com os fãs, e assim que chegou ao fim e alguém da equipe avisou que era hora de irmos embora, lembro de ver Ayumi quase chorando.
Mesmo depois de se despedir dos fãs, sua expressão continuou abalada. "Tinha muita gente do lado de fora com quem não consegui falar... Por quanto tempo será que eles ficaram me esperando?", disse de repente. E voltando-se para o motorista, perguntou "teria como pegar um caminho que passasse por eles?". Infelizmente, este trajeto estava tomado de pessoas e o pedido teve que ser negado.
O rosto dela foi tomado por uma expressão que só me lembro de ter visto durante a turnê Cirque de Minuit, quando RIKI se machucou. Uma expressão que parecia ódio de si mesma ao ver o inchaço no rosto de RIKI e ter que deixá-lo fora do show...
Vale lembrar que Ayumi não tinha ido falar com o público em Tokushima. Então, por que ela resolveu fazer isso em Kobe? Vendo sua expressão tão abatida, não tive coragem de perguntar naquele momento.
À noite, porém, recebi uma mensagem dela via LINE. Começava dizendo "o dia de hoje foi horrível". E o teor da mensagem, resumidamente, dizia que embora muito frustrada com o cancelamento e com a demora em comunicá-lo, mesmo que fosse repudiada e xingada por um milhão de pessoas, faria toda a diferença olhar nos olhos de uma única pessoa e ganhar dela um sorriso. E que mesmo se sentindo mal consigo própria, estava decidida a seguir por este caminho, já que era, possivelmente, o único capaz de seguir.
Ayu parecia se sentir inútil e amargurada...
Não sei como os outros membros da equipe enxergaram aquele encontro, mas quando ela apareceu diante dos fãs, parecia querer sorrir para todos eles durante o máximo de tempo possível, mesmo que se expusesse ou se sacrificasse. Acho que aquilo teve um grande significado.

E diante dos acontecimentos em Kobe, Ayumi decidiu fazer alterações sensíveis no show seguinte, em Hiroshima.
Primeiro, um encore duplo foi criado às pressas com a inclusão de "NOW & 4EVA", que durante a TA Tour ela sempre cantou segurando as lágrimas e trazia a mensagem que ela parecia querer dizer naquele momento:
"Quero te ver. Detesto quando você não está aqui. (...) Quero muito estar ao seu lado, mesmo que seja por apenas um segundo."
Além disso, originalmente, só os dançarinos e acrobatas desciam do palco e iam até a plateia; mas no ensaio, de repente Ayu também resolveu fazer isso! Aquilo me surpreendeu, mas sendo algo típico dela, até me fez sorrir...
Já no show, Ayumi desapareceu instantaneamente no meio daquela multidão, e isso me preocupou por achar que poderia haver algum tipo de perigo. Mas os fãs logo abriram caminho para que ela pudesse retornar ao palco.
Dizendo "divirtam-se por todos aqueles que pretendiam assistir ao show em Kobe", Ayumi não só permitiu que o público tirasse fotos, como também desceu do palco e foi até a plateia.
Foi um espetáculo criado com a união de todos os presentes. Particularmente, gostaria muito de elogiar a atitude de vocês de Hiroshima! Foi lindo!!!!


Não importa a gravidade do problema, há sentimentos que permanecem inabaláveis... As surpresas em Hiroshima foram uma mensagem dirigida aos fãs de todo o país que esperavam por Ayu. E mais do que tudo, acredito que este tenha sido um ótimo "recomeço do Segundo Ato" para ela (falarei mais sobre isso em outra ocasião).
Agradeço demais a todos vocês que estiveram conosco! E tentarei ser menos subjetiva em meus textos.
Então, até a próxima!

O texto original está no site oficial da turnê (ayu2017tour.com).
  

0 comentários:

Post a Comment

Olá pessoal. Deixem seus comentários que eles serão divulgados no Blog após verificados! Consciência ao postar é uma educação que todos devemos ter.
Infelizmente a moderação teve que ser ativada por mal uso deste canal.
Aguardamos seu comentário.

Grato. Adm.