September 18, 2017

, ,

Relatório dos Shows em Fukuoka


Fukuoka – primeiro dia (11 de setembro)
A última vez que estivemos aqui foi durante a TA Tour do ano passado, e talvez por ser a terra natal de Ayu, recebemos do público os gritos de "bem-vinda" com a mesma animação que a de um show de encerramento no Yoyogi. Naquele retorno triunfal à terra em que ela nasceu e cresceu, tive a impressão de ver mais sorrisos que de costume.
Enquanto pensava nisso, percebi que o céu ficava nublado. Um sinal de que "Ayu está se aproximando e hoje estará na melhor forma".
Ayu entrou no camarim nos dizendo "bom dia!" por trás dos óculos escuros e emanando uma aura bastante determinada. Sentada em um sofá, conferiu os figurinos e as alterações do show. Do momento em que entrou no camarim até a hora do show, tudo foi decidido em questão de minutos.
No ensaio daquele dia, Ayumi cantou no encore a nova música "WORDS". Por um momento, fiquei perplexa com aquela voz ecoando pelo Hall e com a Ayu presente no íntimo daquela letra. Por que esta música veio à tona? Como a verdadeira Ayu, que só podemos alcançar através das músicas, consegue chegar até os fãs?
Depois disso veio a checagem da alteração na abertura, pois ela quis fazer alterações ao ver a abertura em Yokohama. Inclinando um pouquinho o rosto e mudando levemente o posicionamento do corpo, as alterações foram feitas seguindo as instruções da própria Ayu: "nesta parte não dá para ver o rosto. Se não puser mais sentimento aqui, o público não vai conseguir entender. Tenham isso em mente".
Tive a impressão de ter entendido a profundidade que Ayumi quis dar ao show.

Fukuoka – segundo dia (12 de setembro)
Dando continuidade ao primeiro dia, este segundo show também foi lindo desde a abertura! A animação e os gritos do público indicavam que a perfeição do show estava prestes a ser alcançada.
Houve um pequeno acidente no final da primeira parte, mas acho que se Ayu não tivesse perguntado "vocês perceberam?" durante o MC, a maioria do público nem saberia disso. Talvez tenha percebido a preocupação da equipe e decidiu transformar aquilo em piada para nos fazer rir. Ela é deste tipo de pessoa.
Ela é capaz de fazer um escândalo feito criança quando vê um inseto, mas no palco é uma pessoa completamente diferente e parece ter nervos de aço. Se eu estivesse concentrada na música e de repente acontecesse alguma coisa, certamente gritaria no microfone. Sério, eu gritei naquela hora.
Se parar para pensar, já passamos por vários acidentes até hoje... A verdade é que também já houve diversas performances que ofereciam risco com um pequeno descuido. Se, pensando na segurança, pedíssemos para mudar algo que envolvesse os dançarinos e acrobatas, ela imediatamente responderia "sim". Mas não é tão fácil abrir mão quando envolve a si própria, porque para ela, mais que Ayu, a prioridade no palco tem que ser "Ayumi Hamasaki". E a consequência disso é que os shows que ela cria ganham ainda mais brilho.
Tudo é feito pensando no público. Ela quer criar um mundo de sonhos oferecendo tudo que puder. É este o sentimento que herdamos do "Primeiro Ato" da turnê.
E pensando no impacto do tufão no outro dia, o show em Tokushima foi cancelado. Até porque, certas coisas acontecem independentemente da vontade dela.
Com esses pensamentos em mente, me pergunto que tipo de show Ayumi vai apresentar hoje em Kochi......


O texto original está no site oficial da turnê (ayu2017tour.com), na aba "Tour Report".
  

0 comentários:

Post a Comment

Olá pessoal. Deixem seus comentários que eles serão divulgados no Blog após verificados! Consciência ao postar é uma educação que todos devemos ter.
Infelizmente a moderação teve que ser ativada por mal uso deste canal.
Aguardamos seu comentário.

Grato. Adm.