April 13, 2017

, , ,

Do fundo do baú: Ayumi e Mao, a amizade entre a cantora e a ex-atleta


Nos últimos três dias, Mao Asada vem chamando as atenções da mídia japonesa. Motivo? O inesperado anúncio do fim de sua carreira como patinadora artística. Em 21 anos de atuação, ela fez mais que conquistar medalhas e títulos mundiais: tornou-se uma das queridinhas do país, cujo carinho e admiração lhe renderam várias homenagens e até o posto de "atleta mais querida do Japão" por cinco vezes.
Como se não bastasse, a bonita ainda é fã da Ayumi, e o anúncio da aposentadoria nos fez lembrar uma história envolvendo as duas, ocorrida em 2010.

A doçura e a simpatia de Mao-chan conquistaram os japoneses

"-Conheci a Ayumi Hamasaki!"
Nascida em 1990, Mao começou fazendo aulas de balé, mas seguindo os passos da irmã mais velha e os incentivos da mãe, migrou para a patinação artística. O talento inegável logo lhe trouxe as primeiras medalhas e, claro, a fama, sem contar que a atleta conquistou o público por ser meiga, sorridente e, segundo alguns, passar a imagem de uma "irmã mais nova". Nessa época, a menina já era fã de Ayumi, mas a relação entre as duas estava prestes a se estreitar...
Em agosto de 2005, Mao, aos 15 anos, foi ao a-nation em Nagoya – sua cidade natal – e teve a chance de cumprimentar Ayumi no camarim. Sua alegria era tanta, que saiu dizendo pelos corredores: "eu conheci a Ayumi Hamasaki!". A partir daí, Mao esteve presente em vários shows.
Em janeiro de 2008, quando a cantora anunciou a perda da audição no ouvido esquerdo, sua fã ilustre teria dito: "espero que ela se mantenha firme e continue cantando". Além disso, meses depois, Mao esteve na plateia da Asia Tour 2008. No show do dia 9 de abril (dia seguinte ao 10º aniversário de carreira), ela participou do coro dos 12 mil presentes que cantaram "Who..." e levaram Ayumi às lágrimas.

A atleta é considerada uma das maiores patinadoras artísticas da história

You were.../BALLAD
Entre os dias 12 e 28 de fevereiro de 2010, seriam realizados os Jogos Olímpicos de Inverno em Vancouver, Canadá, e foi divulgado que Mao faria parte da delegação japonesa.
Sabendo disso, antes que a menina partisse, Ayumi pediu que lhe entregassem uma cópia do recém-lançado "You were.../BALLAD". O single veio autografado com as palavras "Mao-chan, boa sorte em Vancouver", e a atleta o considerou seu amuleto da sorte.

   
Amigas e rivais de longa data: Mao e Kim Yuna

Chega o dia 25 de fevereiro, dia da apresentação. Entre as competidoras, estava a sul-coreana Kim Yuna, igualmente famosa e favorita à medalha de ouro. Vale lembrar que a rivalidade entre as duas já era antiga, e vinha desde o início de suas carreiras. Kim se apresentou primeiro, e Mao começou a ficar tensa. A atleta já tinha dito em entrevistas que ouvia as músicas de Ayumi durante os treinos, pois lhe traziam encorajamento e força. Assim, para tentar se acalmar naquela hora, pôs os fones de ouvido e se concentrou.

Mao com os fones de ouvido, minutos antes de se apresentar

Um mês depois, no programa Oshare-ism, o apresentador Shin'ya Ueda perguntou: "o que estava ouvindo?". Mao respondeu: "Ayumi Hamasaki"

Enfim chegou a sua vez. Durante toda a competição, Mao foi a primeira e única mulher a realizar por três vezes o "triplo Axel" (salto acompanhado de três giros e meio sobre o próprio eixo), mas apesar da perfeição do movimento, acabou cometendo pequenos erros na performance, que lhe custaram pontos e lhe deram o segundo lugar. A sul-coreana conquistou o ouro e tornou-se a primeira atleta de seu país a conseguir uma medalha nesta modalidade em Olimpíadas de Inverno, enquanto a canadense Joannie Rochette (que comoveu o público ao se apresentar dois dias após a morte da mãe) recebeu a medalha de bronze.


Ao deixar o pódio, Mao chorava muito e disse "estou decepcionada, não consegui fazer tudo que podia".
Ayumi acompanhou tudo pela TV, e ao fim da competição afirmou: "estou muito ansiosa para que ela retorne com um grande sorriso no rosto. Quero parabenizá-la pela dedicação e pela coragem de não desistir!!"

Mao foi escolhida como porta-bandeira do Japão na cerimônia de encerramento

O anúncio
Nos anos seguintes, suas colocações passaram a ficar muito abaixo do esperado (em um campeonato, por exemplo, chegou a ficar em 12º lugar) e muito se especulou sobre a condição física de Mao que, aliás, deixou de executar o famoso triplo Axel.
Assim como a rival Kim, Mao afirmou que se aposentaria em 2014, após os Jogos Olímpicos de Sochi, na Rússia. "Comecei a pensar nisso no começo do ano. Não só pela condição física, mas levando outras coisas em consideração. Quero fazer minha última e melhor apresentação em Sochi". Terminando em 6º lugar nesses jogos, Mao pareceu ter adiado o fim da carreira, mas queixando-se de abatimento, afastou-se por um ano. Ainda retornou em 2015, já sem o mesmo ânimo, e pareceu se abalar ainda mais ao sofrer uma queda durante um campeonato no ano passado. Apesar disso, afirmou que competiria nas Olimpíadas de Inverno em 2018, mas na última segunda-feira, para a surpresa de todos, postou em seu blog o anúncio que os fãs não desejavam ler.
"Sei que é algo repentino, mas decidi encerrar minha carreira (...). [Desde Sochi] não conseguia mais alcançar os resultados que desejava, e isso me deixava chateada. (...) O desejo de continuar se perdeu. (…) Quero encontrar novos sonhos e objetivos no futuro, e evoluir sem me esquecer de sorrir", escreveu.

Participação especial em um episódio do anime Doraemon

Mao ainda não tem planos concretos para o futuro, e apesar da surpresa e de lamentarem a decisão, fãs de todo o Japão fizeram comentários de apoio: "nunca vou me esquecer de quando ela ganhou a medalha de prata em Vancouver. É triste saber que não veremos mais nossa estrela no rinque" e "ela sempre deu duro desde cedo, carregando as esperanças do povo japonês. Espero que ela agora possa aproveitar a vida como uma garota comum".
Mai, a irmã mais velha, postou um comentário no Twitter ainda na segunda-feira, dizendo "eu mesma ainda não acredito que o dia de sua aposentadoria chegou. Uma atleta de sucesso e com longa carreira tem muitas alegrias, mas também muitos conflitos internos. Respeito sua decisão e afirmo que só tive a aprender com sua trajetória".


Fontes:
http://mao-asada.jp/mao/ (blog oficial)
  

0 comentários:

Post a Comment

Olá pessoal. Deixem seus comentários que eles serão divulgados no Blog após verificados! Consciência ao postar é uma educação que todos devemos ter.
Infelizmente a moderação teve que ser ativada por mal uso deste canal.
Aguardamos seu comentário.

Grato. Adm.